Pecado, Justiça e Juízo

Pecado Justiça e JuízoPECADO, JUSTIÇA E JUÍZO

Pecado, Justiça e Juízo : Leia

E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.
Do pecado, porque não crêem em mim;
Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais;
E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado.
João 16:8-11

 Pecado, Justiça e Juízo

Pecado:

 Após Caim ter matado seu irmão Abel, Deus lhe perguntou: “Onde está seu irmão?”. Caim alegou que não era responsável por seu irmão e ouviu de Deus a sentença:
“Da terra o sangue do seu irmão está clamando. Agora amaldiçoado é você pela terra, que abriu a boca para receber da sua mão o sangue do seu irmão” (Gn 4:9-11).
Algo semelhante acontece aqui.

Abel é uma figura de Jesus, que foi igualmente entregue à morte por seus irmãos judeus.

Jesus revela aos discípulos que o Espírito Santo viria preencher a lacuna criada por sua rejeição e morte, e assim convencer “o mundo do pecado” (Jo 16:8).

É como se Deus perguntasse: “Onde está meu filho?”.

A presença do Espírito Santo no mundo é a evidência de que Jesus foi expulso daqui. A vinda do Espírito torna o mundo convicto do pecado.

Justiça:

Além de convencer o mundo do pecado, o Espírito o convence “da justiça”.

Jesus, o justo aos olhos do Pai, foi considerado pelos judeus como possuído por demônio.

Deus atestou sua justiça ressuscitando-o de entre os mortos.

O Espírito só viria depois de Jesus ressuscitar e ir para o Pai, que o chamou de “meu servo, o Justo” (Is 53:11). A presença do Espírito aqui convence o mundo da justiça.

Jesus diz ainda que a vinda do Espírito Santo convenceria o mundo “do juízo, porque o príncipe deste mundo já está condenado” (Jo 16:11).

Isso demonstra que Satanás é o príncipe deste mundo e os seres humanos seus súditos. Ele conseguiu liderar a humanidade em sua rejeição ao Filho de Deus.

Como fora prometido no Éden, a serpente feriu o calcanhar do descendente da mulher, mas teve sua cabeça esmagada por este.

Juízo:

Na cruz Satanás foi vencido e condenado. Agora só falta ele receber a pena e ser lançado no “fogo eterno, preparado para o diabo e os seus anjos” (Mt 25:41).

O lago de fogo não foi preparado para o homem, mas para os anjos.

Quem insiste em permanecer na incredulidade irá compartilhar com os anjos caídos de um destino que Deus não havia preparado para o homem.

Há quem diga que se Jesus estivesse aqui o mundo não teria tanta tristeza e dor. É verdade, se ele tivesse sido recebido teria dado início ao seu reino aqui.

Mas ele não está aqui, e sua ausência torna o homem ainda mais culpado. O Espírito não desceu para endireitar o mundo; Ele veio para tornar o mundo convicto do pecado, da justiça e do juízo.

E para consolar, edificar e exortar os que pertencem a Cristo.

O fato de o Espírito Santo habitar hoje no corpo de Cristo, que é a igreja, formada por todos os salvos por Jesus, cria uma espécie de barreira para Satanás não agir livremente.

Sim, pode crer que o mundo ficará muito pior depois que a Igreja e o Espírito forem tirados daqui.

Jesus voltará para buscar os que são seus, aqueles aos quais foi dado tudo o que é dele. “Tudo”? Sim, saiba no próximo post.

Por Mario Persona

Fonte: Leia a Bíblia | Blog

2 thoughts on “Pecado, Justiça e Juízo

Deixe uma resposta